Ignacio Martín-Baró em diálogo: contribuições para os estudos latino-americanos

Autores

olaMarilene Proença Rebello de Souza, Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia; olaAlayde Maria Pinto Digiovanni, Universidade Estadual do Centro-Oeste; olaRonilda Iyakemi Ribeiro, Universidade Paulista; olaRenato Batista da Silva, Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia; olaNilson de Jesus Oliveira Leite Junior, Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia

Palavras-chave:

Psicologia, América Latina

Sinopse

A obra "Ignacio Martín-Baró em diálogo: contribuições para os estudos latino-americanos" é uma coletânea que trata da possibilidade de leituras da obra de Ignacio Martín-Baró em diálogo com diversas situações e contextos que configuram hoje os desafios e algumas das principais questões que afetam os povos da América Latina. Em tempos de aprofundamento das crises do capital internacionalmente e, de forma mais aprofundada, em países da América Latina e do Caribe, o pensamento de Ignacio Martín-Baró apresenta as bases ontológicas, epistemológicas e metodológicas para a ação ético-político-social de cada um e cada uma de nós que busca enfrentar a desigualdade social, a violência da luta de classes e as formas desumanas de viver. A obra de Ignacio Martín-Baró representa um significativo marco na Psicologia latino-americana, trazendo incontornáveis contribuições à edificação de uma perspectiva crítica na área. Consideramos que esta Coletânea possa ser lida e discutida por aqueles e aquelas que têm as questões latinoamericanas como centrais no avanço dos processos democráticos, da justiça social, do enfrentamento ao preconceito, ao racismo e à desigualdade. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marilene Proença Rebello de Souza, Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia

Psicóloga, Professora Titular da Universidade de São Paulo na área de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano. Professora e pesquisadora dos Programas de Pós-Graduação "Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano" e Integração da América- Latina - PROLAM/USP". Coordena o LIEPPE - Laboratório Interinstitucional de Estudos e Pesquisas em Psicologia Escolar e o Grupo de Estudos Ignacio Martín-Baró e a América Latina. Participa da Red Baró América Latina y El Caribe. Integra a Academia Paulista de Psicologia, ocupando a Cadeira nº 02 "Lourenço Filho".

Alayde Maria Pinto Digiovanni, Universidade Estadual do Centro-Oeste

Psicóloga, professora Adjunta da Universidade Estadual do Centro-Oeste, docente e pesquisadora do Departamento de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Integração da América Latina da Universidade de São Paulo (PROLAM/USP). Doutorado e pós-doutorado pelo Programa em Integração da América Latina pela Universidade de São Paulo. Participa da Red Baró América Latina y El Caribe.

Ronilda Iyakemi Ribeiro, Universidade Paulista

Etnopsicóloga, Doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano e em Antropologia de África Negra pela Universidade de São Paulo (USP), é docente-pesquisadora da USP e da Universidade Paulista (UNIP). Integra diversos grupos de diálogo inter-religioso e diálogo da Psicologia com a Religião e os Saberes Tradicionais. Participa do Grupo de Estudos Ignacio Martín-Baró e a América Latina e da Red Baró América Latina y El Caribe. Integra a Academia Paulista de Psicologia, Cadeira nº 34, “Paulo Siwek”. Ialorixá da Religião Tradicional Iorubá.

Renato Batista da Silva, Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia

Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano (PSA) do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (IPUSP). Mestre em Psicologia pela Universidade Federal de São João del-Rei (PPGPsi-UFSJ). Membro do Laboratório Interinstitucional de Estudos e Pesquisas em Psicologia Escolar (LIEPPE) - núcleos UFMG/UFSJ/UNILESTE e USP. Membro do Grupo de Estudos Ignacio Martín-Baró e a América Latina e da Red Baró América Latina y El Caribe.

Nilson de Jesus Oliveira Leite Junior, Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia

Mestrando em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo (USP). Graduação em Psicologia pela Faculdade de Saúde e Humanidades Ibituruna (FASI). Pós-graduando (MBA) em Gestão de Pessoas pela Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (ESALQ-USP). Pós-graduando em Educação Social e Direitos Humanos pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Especialista em Educação em Direitos Humanos pela Universidade Federal do Espírito Santo/Sistema Universidade Aberta Capixaba (UFES/UnAC). Membro do Observatório do Trauma Psicopolítico (USP/UNIFESP), do Grupo de Estudos Ignacio Martín-Baró e a América Latina e da Red Baró América Latina y El Caribe.

Downloads

Publicado

março 27, 2024
COMO CITAR

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.